Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ecovia faz campanha contra lixo na estrada

(Foto: Divulgação / Ecovia) - Ecovia faz campanha contra lixo na estrada
(Foto: Divulgação / Ecovia)

No ano passado mais de 335 toneladas de lixo foram recolhidas no trecho da BR-277 que liga Curitiba ao Litoral do Paraná. O material representa um risco à área de Serra do Mar por onde passa a rodovia e é um dos maiores remanescentes de Mata Atlântica no Brasil.

Entre os objetos mais comuns encontrados na rodovia estão fraldas descartáveis usadas, eletrodomésticos danificados e pneus de veículos. Para combater o problema, a concessionária Ecovia, que administra o trecho, realiza uma campanha durante o feriado.

Além de pedir aos motoristas e passageiros que não joguem lixo na estrada, a empresa destaca que os usuários têm à disposição três bases do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) ao longo da rodovia, nos km 10, 35 e 61. As estruturas são “equipadas com banheiros, fraldários, áreas de descanso e lixeiras, para que todos os motoristas e passageiros possam atender às suas necessidades pessoais e deixar ali o lixo produzido ao longo da viagem”, destaca o coordenador de Sustentabilidade da Ecovia, Pietro Franco.

Crime

Ao mesmo tempo em que polui o meio ambiente, quem joga lixo na estrada também está cometendo crime previsto no Novo Código Florestal. “De acordo com a Lei Federal nº 12.651, artigo 172º, quem for pego jogando lixo nas estradas brasileiras pode pagar multa de R$ 85,13 e ganhar quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação”, alerta o engenheiro florestal e advogado Saulo Karvat. “Além disso, jogar lixo e objetos nas vias vai de encontro aos princípios do Direito Ambiental, podendo inclusive se enquadrar como crime ambiental”, conclui.

Movimento

Quase 70 mil veículos devem passar pelos dois sentidos da BR-277 durante o feriado de Tiradentes. A Ecovia prevê movimento alto já na noite desta quinta-feira (20), com 12 mil carros em direção ao litoral e pico entre 21h e 22h. O movimento maior é esperado para sexta-feira (21), com 14 mil veículos trafegando no sentido Litoral, e maior concentração entre as 10h e 11h.

Na volta, o pico no movimento é esperado entre 18h e 19h, com 2 mil carros viajando em direção a Curitiba.  

Colaboração Ecovia