Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Em três meses, número de vacinados contra febre amarela já superou 2018

(Foto:Cesar Brustolin/ SMCS) - Número de vacinados contra febre amarela neste ano já superou 2018
(Foto:Cesar Brustolin/ SMCS)

Em menos de três meses de 2019, os moradores de Curitiba se mobilizaram e se protegeram mais contra a febre amarela do que em todo o ano de 2018. Nos primeiros 78 dias de 2019, foram aplicadas 248.397 doses da vacina contra a doença, superando as 243.932 aplicações de 2018.

A procura pela imunização se intensificou no final de janeiro, depois que foi confirmado o primeiro caso da doença no Paraná. Quem ainda não se vacinou pode procurar uma das 110 unidades de Curitiba. “É um fato a ser comemorado. O curitibano e as equipes de saúde se colocaram em alerta e buscaram a prevenção, ampliando a nossa cobertura vacinal”, contou a coordenadora da Divisão de Imunobiológicos da Secretaria Municipal da Saúde, Leia Regina da Silva.

A vacina é aplicada em dose única e o público-alvo são pessoas a partir de nove meses até 59 anos. A cobertura vacinal nessa população subiu de 21%, em julho de 2018, para 53%, neste ano.

Indicação

A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses ou para quem tem o sistema imunológico enfraquecido, com histórico de reação alérgica grave a algum componente da vacina ou doença febril aguda.

Pessoas acima dos 60 anos, gestantes e mães que estão amamentando bebês menores de seis meses precisam de prescrição médica para tomar a vacina.

Para os idosos, a prescrição médica é feita após se avaliar o risco de a vacina descompensar outras doenças preexistentes.

Em Curitiba, para gestantes e mulheres que amamentam bebês menores de seis meses, a orientação é vacinar apenas aquelas que frequentam ou moram em sítios ou áreas de matas, onde há o risco de contaminação. As mães que amamentam bebês maiores de seis meses podem se vacinar sem restrições.

Vacinação no sábado

Com a alta procura em 2019 pela imunização contra a febre amarela, desde o início de fevereiro algumas unidades de saúde da cidade abrem aos sábados pela manhã para ofertar a vacina, como uma opção extra àquelas pessoas que não podem comparecer de segunda a sexta-feira.

Neste sábado (23), cinco unidades de saúde abrem as portas: Sabará, (CIC), Sambaqui (no bairro Ganchinho), Rio Bonito (Campo do Santana), Pompeia (Tatuquara) e Aurora (Novo Mundo). É necessário apresentar documento com foto e carteira vacinal.

Colaboração Prefeitura de Curitiba

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo