Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Empresa de cimento investirá R$ 700 milhões em nova fábrica

(Foto: Divulgação) - Empresa de cimento investirá R$ 700 milhões em nova fábrica
(Foto: Divulgação)

Representantes da Brennand Cimentos apresentaram ao Prefeito Marcelo Rangel, nesta segunda, o status da implantação da nova fábrica da empresa, a terceira do Brasil, que será instalada em Ponta Grossa. A empresa está realizando uma série de reuniões e audiências públicas, em paralelo ao andamento dos licenciamentos ambiental e de instalação. A fábrica, que será chamada Companhia de Cimento do Paraná – CPR, será em Itaiacoca, junto à jazida de calcário da empresa.

Ainda nesta segunda, a empresa apresentou o projeto também para os vereadores ponta-grossenses, na Câmara Municipal. Conforme o grupo, 30% da mineração será em Campo Largo e o restante, 70%, será em Ponta Grossa, bem como a fábrica. Uma terceira estrutura, que será erguida mais próxima das rodovias locais, será utilizada como centro logístico, incluindo o processo de embalagem do cimento, também na cidade. Até o momento, incluindo todos os procedimentos, a empresa calcula já ter investido cerca de R$ 1 milhão.

Segundo o prefeito Marcelo, a indústria terá todo o incentivo da Prefeitura para dar agilidade à realização do investimento. “Hoje Ponta Grossa recebe os empresários de braços abertos e agiliza ao máximo os procedimentos necessários para gerar mais empregos, trazendo recursos que vão desenvolver ainda mais a nossa cidade”, disse o prefeito.

A empresa vai produzir na cidade a marca Cimento Nacional, com investimento de R$ 700 milhões. A expectativa é gerar 2 mil empregos somente no período de instalação, com a realização contínua de programas sociais e ambientais, segundo o gerente corporativo de Meio Ambiente da Brennand, Murilo Laurindo. “Ponta Grossa hoje é o melhor lugar para um empreendimento como este, em todo o Brasil. Em função da logística, incluindo ferrovias e rodovias, é estratégico para a empresa”, conta Laurindo.

Audiência pública

A próxima audiência pública sobre o projeto será realizada nesta quarta-feira (23), às 19 horas, na Escola Municipal Professor Eloy Avrechack, na localidade de Cerrado Grande, em Itaiacoca. As questões dos moradores locais serão respondidas pelo gerente corporativo Murilo Laurindo e pela supervisora corporativa Amanda Lara Lopes. “A postura da empresa é de transparência e estaremos à disposição para qualquer informação”, afirma a supervisora.

Colaboração Assessoria de Imprensa.