Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

“Era um piloto muito cuidadoso e experiente”, diz primo de vítima

(Foto: Divulgação) - “Era um piloto muito cuidadoso e experiente”, diz primo de vítima
(Foto: Divulgação)

Foi assistindo televisão que Kaie Azevedo ficou sabendo de um acidente envolvendo um avião de pequeno porte na cidade de Cruz Machado, na região sul do Paraná. Hoje morando em Curitiba, ele se assustou porque conhece várias pessoas em União da Vitória, cidade que fica a 50 quilômetros do local do acidente. Entre esses conhecidos estava Louis Fernando Chinkevicz, seu primo.

“Assim que vi a notícia do acidente, já procurei alguns amigos meus no Facebook e eles estavam postando que estavam bem. Daí minha mãe me ligou e disse que o Louis Fernando tinha morrido no acidente”, resume Azevedo. Em entrevista ao portal Massa News, ele ainda não sabia informar data e local de velório e sepultamento e pensava em como faria para ir para União da Vitória acompanhar a despedida do primo.

Distante, ele não sabia muitas informações sobre a tragédia. “Pelo que meus familiares contaram, ele estava com um aluno e saíram de União da Vitória, ficaram um tempo em Cruz Machado e depois voltariam pra casa, mas a gente ainda não sabe a causa do acidente”, explica o primo da vítima.

“Foi um baque muito grande, a gente já tinha planejado fazer um voo juntos agora no fim do ano, porque o Louis era assim, fazia voos panorâmicos no fim de semana para levar o pessoal da cidade”, lembra. Pelo que os moradores de Cruz Machado comentaram com a família de Kaie, o piloto conseguiu desviar de outros prédios para cair no cemitério. “Contaram para o pessoal [familiares] que ele estava voando baixo e não escutavam o barulho do motor, e disseram que ele [Louis] desviou de outros prédios para não ter mais vítimas”, completa.

“O Louis era um piloto muito experiente, tinha muitas horas de voo, e era muito cuidadoso, quem voava com ele sabe. Tenho certeza que o acidente foi por problemas técnicos e não por falha humana porque ele era muito bom no que fazia”, garante Azevedo.

Investigação

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou que uma equipe irá até o local do acidente na noite desta segunda-feira para iniciar a investigação do caso. Veja abaixo a íntegra da nota enviada pelo órgão:

Os investigadores do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V) se deslocarão hoje à noite para realizar a Ação Inicial do acidente envolvendo a aeronave de matrícula PU-AEP, ocorrido hoje em Cruz Machado-PR.

 A Ação Inicial é o começo do processo de investigação. São feitos registros fotográficos, partes da aeronave são retiradas para análise, relatos de testemunhas e documentos são colhidos. A investigação realizada pelo CENIPA tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.