Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ex-chefe da UTI ganha ação milionária contra Hospital Evangélico

Foto: Rede Massa.  - Ex-chefe da UTI ganha ação milionária contra Hospital Evangélico
Foto: Rede Massa.

A ex-chefe da UTI do Hospital Evangélico, a médica Virgínia Soares, venceu uma ação trabalhista contra a instituição. No processo, os advogados dela reivindicaram verbas que não foram pagas durante os anos em que ela prestou serviços ao hospital. 

O advogado da médica, Guilherme Assad de Lara, explica que a estimativa é de que o valor a ser ressarcido à Virgínia chegue a R$ 4 milhões em verbas de FGTS, 13º salários, férias e horas extras não pagas. 

Segundo o advogado, a ex-chefe da UTI prestou serviços ao Evangélico por mais de vinte anos, sem carteira assinada. Ela trabalhava como Pessoa Jurídica e emitia notas fiscais, no entanto, a justiça trabalhista reconheceu que ela tinha sim vínculo empregatício com a instituição. 

Após o Tribunal Regional do Trabalho dar ganho de causa à Virgínia, o caso foi encaminhado para a 15ª Vara do Trabalho de Curitiba que deve calcular o valor a ser ressarcido à médica. 

Criminal

A ex-chefe da UTI do Hospital Evangélico, e outros seis funcionários, foram inocentados pela 2ª Vara do Tribunal do Júri na ação que apura a morte de pelo menos sete pacientes entre 2006 e 2013. Além disso, o Conselho Regional de Medicina também inocentou a médica.