Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ex-policial militar acusado de espancar homem até a morte vai a julgamento

O ex-policial miliar Vanderlei da Silva vai a julgamento nesta terça-feira (6) em Foz do Iguaçu. Ele é acusado de espancar Isaac Pereira da Silva até a morte há cerca de quatro anos.

Na época do crime, a vítima tinha 28 anos. Segundo familiares, Isaac era deficiente mental e agia como uma criança. No dia 1º de setembro de 2012, Isaac saiu de casa sozinho para dar uma volta e não retornou. Ele foi encontrado morto na região na Vila A, com várias fraturas pelo corpo, inclusive, no tórax, além de ferimentos na cabeça e rosto.

Para a defesa, não há dúvidas de que Vanderlei é inocente. Ele nega todas as acusações e diz que estava sendo perseguido por ser policial. No dia do crime, Vanderlei alega que foi ajudar a vítima que estava sendo agredida naquele momento.

A Promotoria, por sua vez, afirma que o réu teria forjado a cena do crime. Acusa que Vanderlei bateu na  vítima e depois fingiu ter salvo o jovem como PM. Uma vizinha viu toda a agressão. A acusação pede a condenação do réu por homicídio qualificado, pelo meio cruel e sem chance de defesa.

Vanderlei deixou a corporação da Polícia Militar depois de 10 anos, isso porque passou em um concurso público da Polícia Civil em Laranjeiras do Sul, onde passou a exercer a função de investigador.

Ele nunca foi preso por homicídio. Caso seja condenado, pode pegar, pelo menos, 12 anos de prisão.

Colaboração: Roberta Campos/Rede Massa.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo