Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ex-prefeito de Piên, acusado de mandar matar prefeito eleito é solto

(Foto: Divulgação) - Ex-prefeito de Piên, acusado de mandar matar prefeito eleito é solto
(Foto: Divulgação)

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) determinou a soltura do ex-prefeito de Piên, Gilberto Dranka, acusado de ser o mandante da morte do até então, prefeito eleito da cidade, Loir Dreveck, em dezembro de 2016. Dranka estava preso desde 31 de janeiro de 2017.

No dia da prisão de Dranka, a Polícia Civil encontrou ele escondido em um alçapão, dentro da própria casa.

Loir Dreveck foi alvo de tiros enquanto seguia para Santa Catarina, com um carro da prefeitura da cidade, junto com a família. Ele ficou três dias internado no Hospital São José, em Jaraguá do Sul, mas não resistiu e morreu.

O advogado de defesa de Dranka, Cláudio Dalledone Junior, garante que o ex-prefeito é inocente e vítima de uma investigação confusa e falha. “Dranka não está, nem nunca esteve envolvido neste crime. No tempo certo, todos os fatos serão esclarecidos e a verdade virá à tona”, decretou Dalledone.

Dranka utilizará tornozeleira eletrônica e responderá ao processo em liberdade. Ele e outros três acusados são réus no processo que investiga a morte de Drevek.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo