Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Faixa exclusiva para ônibus começa a valer nesta segunda-feira (21)

(Foto: Pedro Ribas/SMCS) - Faixa exclusiva para ônibus começa a valer hoje
(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

A partir desta segunda-feira (21), a Rua General Mário Tourinho, no bairro Seminário, em Curitiba, começa a ter o funcionamento da faixa exclusiva para ônibus. A partir das 7h, agentes de trânsito devem estar no local para orientar os motoristas. Depois do dia 4 de fevereiro, veículos que não forem ônibus e que transitarem pela faixa poderão ser autuados pela fiscalização.

A mudança de trânsito acontece no trecho de pouco mais de um quilômetro, entre a Avenida Vicente Machado e o Terminal Campina do Siqueira, para reduzir o tempo de deslocamento do transporte coletivo. “O objetivo é beneficiar os cerca de 63 mil passageiros por dia que usam uma das cinco linhas do transporte coletivo que passam por essa extensão da Mário Tourinho diariamente”, explicou a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella, se referindo aos 89 ônibus das linhas Interbairros II, Capão Raso/Campina do Siqueira, Inter 2, Inter 2 (reforço entre Capão Raso e Campina do Siqueira) e Pinhais/Campo Comprido. Atualmente, os coletivos levam cerca de 17 minutos para fazer o trajeto nos horários de pico.

Para os motoristas que transitarem na faixa depois de 4 de fevereiro, a infração é considerada gravíssima e pode acarretar na perda de sete pontos na carteira de habilitação, além de multa de R$ 293,47 e remoção do veículo.

Conversão

Motoristas que desejarem acessar imóveis e fazer a conversão à direita para as ruas transversais devem ficar atentos à linha tracejada pintada no pavimento que permite o acesso, próximo aos cruzamentos, nos mesmos moldes das faixas exclusivas já existentes.

Além da Mário Tourinho, Curitiba tem faixas exclusivas para o transporte coletivo nas ruas XV de Novembro, Marechal Deodoro, Conselheiro Laurindo e Desembargador Westphalen.

Colaboração Prefeitura de Curitiba