Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Família compra coxinhas recheadas de ‘caco de vidro’

Uma família de Maringá registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia da Polícia Civil após ser vítima de uma situação inusitada e até então sem explicação. De acordo com a Valdirene, a mãe das pequenas Tessa, de 5 anos e Alexia, de 3, a situação aconteceu na última semana. Elas estavam em casa, o marido também estava presente e uma mulher aparentando 45 a 50 anos, com cerca de 1,60 metros de altura, de pele clara e cabelos loiros, chamou na porta e ofereceu coxinhas. A mulher disse que estava vendendo o salgado porque precisava de dinheiro para pagar uma conta de água. “Meu marido comprou quatro coxinhas, elas estavam meio murchas, mas não desconfiamos de nada”, diz, Valdirene. “Nossa sorte, foi que as meninas tinham acabado de comer bolachas, então, elas não quiseram comer na hora”, acrescenta.

Mas, o marido resolveu comer o salgado, e já na primeira mordida percebeu que tinha algo de errado. Em meio ao frango, do recheio, tinha cacos de vidro. Eles então abriram as outras três coxinhas e também constataram que estavam recheadas de cacos.

O caso foi registrado na polícia, que agora investiga o caso e tenta identificar a mulher que vendeu o produto para a família, bem como saber para quantas pessoas mais ela vendeu coxinhas recheadas de cacos e porquê.

Colaboração Índio Maringá/Leco Mendes/Rede Massa