Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Fórum de Santo Antônio da Platina ganha Apac

(foto: TJPR/Divulgação) - Fórum de Santo Antônio da Platina ganha Apac
(foto: TJPR/Divulgação)

Sob coordenação do Diretor do Fórum, Juiz de Direito Júlio Tanga, a mais recente Associação de Proteção e Assistência aos Condenados do Paraná (Apac) do Estado do Paraná será implantada em Santo Antônio da Platina. A novidade foi anunciada numa cerimônia realizada no sábado (29), quando autoridades, advogados, líderes religiosos e população do norte pioneiro lotaram a Câmara Municipal do Município.

O Magistrado enfatizou que a grande vontade pela implantação da Apac é da população local. "Sinto-me honrado em ser Juiz em uma Comarca com tanta participação popular e tanta disposição das pessoas e das autoridades para, todos juntos, implantarmos uma Apac, com a grande proposta de proteção de nossa sociedade", disse.

A Juíza Branca Bernardi, Coordenadora da Implantação das Apacs no Estado do Paraná, agradeceu a participação de todos que lotaram a Câmara Municipal durante a solenidade. “Fiquei muito emocionada com a confiança de todos na implantação da Apac”, disse. “Muito obrigada aos Juízes e aos Promotores, dedicados a essa nova metodologia de sucesso na execução da pena, que está fortalecendo a Segurança Pública de nosso Estado", comentou.

A Magistrada agradeceu, em especial, ao Presidente do TJPR, Desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, e ao Coordenador do GMF/PR (Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e de Medidas Socioeducativas), Desembargador Ruy Muggiatti, pelo apoio.

Entre outras autoridades, participaram do evento o Promotor de Justiça, Diego André Coqueiro Barros; o representante da OAB, Pedro Pavoni Neto; a Advogada Bruna Lemes Fogaça; o Prefeito eleito Jose da Silva Coelho Neto (Zezão); representantes da Polícia Militar e da Polícia Civil e Vereadores.

Apacs

Numa parceria entre Governo do Estado do Paraná, Tribunal de Justiça, Ministério Público e OAB/PR, foi implantada em 2012 a primeira unidade de execução da pena pelo método APAC na Comarca de Barracão. A seguir, surgiu a APAC de Pato Branco, ambas em atividade.

A execução da pena com baixos custos e altos índices de ressocialização despertou a atenção de operadores de Direito e da comunidade de toda a Região Sul do Brasil.

(com informações do TJ-PR)