Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Gêmeo que chegou a ser preso no caso Daniel é detido após confusão em festa; rapaz empurrou PM

(Foto: Reprodução) - Gêmeo que chegou a ser preso no caso Daniel é detido após confusão
(Foto: Reprodução)

Eduardo Purkote, um dos gêmeos que chegou a ser preso durante a investigação da morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, foi detido na noite desta segunda-feira (5), após uma confusão em uma festa de Carnaval, em Guaratuba. O rapaz – que estaria embriagado – foi retirado do evento depois de uma briga, tentou retornar à festa à força e empurrou uma soldado da Polícia Militar (PM).

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Purkote recebeu voz de prisão após empurrar a soldado, que usou um bastão para se proteger. Além disso, o rapaz, de 18 anos, resistiu à prisão e tentou fugir pela rua, mas foi contido pela equipe e preso. Durante a prisão de Purkote, outro jovem – que também estava envolvido na confusão da festa – desacatou os policiais e disse que a equipe era covarde.

Purkote foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para atendimento médico, pois possuía alguns machucados superficiais. Em seguida, foi levado para a delegacia, onde assinou um Termo Circunstanciado e foi liberado. Uma audiência no Juizado Especial foi marcada para a tarde desta quarta-feira (6).