Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Homem morre na frente de hospital em Rolândia

(Foto: Miro Silva / Rede Massa) - Homem morre na frente de hospital em Rolândia
(Foto: Miro Silva / Rede Massa)

Um homem morreu praticamente na porta do Hospital São Rafael, em Rolândia, na noite desta sexta-feira (17). Testemunhas relataram que o homem procurou atendimento no hospital no período da tarde e foi medicado. Ele teria fugido do hospital durante à noite e caiu na rua. O Samu foi acionado, mas o homem morreu dentro da ambulância.

Não está confirmada a causa da morte do homem ou se o hospital negou atendimento após a fuga do paciente.

O hospital, nas redes sociais, divulgou a seguinte nota:

"Nota à imprensa:

A Assessoria de Comunicação do Hospital São Rafael informa que o senhor envolvido no ocorrido desta sexta-feira, não portava documentos pessoais. O mesmo era andarilho, etilista crônico e dependente químico, e ainda, segundo testemunhas, sempre era visto nas imediações da Rodoviária da cidade. Ele chegou ao hospital com o braço imobilizado e acusando dores, na mesma região. 

Conforme o enfermeiro Agnaldo Felipe, coordenador de enfermagem que estava de plantão no ocorrido, este senhor estava agressivo e agitado, recusando medicação e atendimento, mas mesmo com tal situação, ele foi devidamente atendido e medicado no São Rafael. Ele permaneceu o período em observação sob supervisão médica e enfermagem. O paciente teria se evadido do hospital, em um momento de grande fluxo de pessoas. 

Ainda segundo o enfermeiro, quando a equipe foi informada da situação de evasão, o homem já foi encontrado em óbito, há poucos metros do Hospital. Não foi possível identificar a causa da morte, e inclusive, existe a possibilidade de atropelamento. Uma equipe do SAMU que foi chamada para socorrer o paciente, antes da equipe do São Rafael saber de tal ocorrido, teria feito o atendimento de urgência, mas o homem já estava sem vida. Diante de tal situação, o enfermeiro de plantão entrou em contato com os devidos órgãos, que a partir de agora, vão tentar identificar o paciente, e proceder com os demais trâmites."

Colaboração Miro Silva / Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo