Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Hospital deve retomar atendimento de urgência e emergência em até 72 horas

Foto: divulgação - Hospital deve retomar atendimento de urgência e emergência em até 72h
Foto: divulgação

A Justiça determinou a retomada dos serviços de pronto atendimento do Hospital e Maternidade São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, em até 72 horas. O serviço de urgência e emergência havia fechado pelo Município de forma súbita, na terça-feira da semana passada (9). 

A decisão liminar proferida nesta quinta (18) atende a uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Paraná que alega que o hospital é referência em nível regional no atendimento médico de urgência e emergência e não deveria ter encerrado suas atividades de forma abrupta, deixando a população desassistida.

Ao suspender os serviços, a prefeitura alegou que não teria recursos para manter o setor em funcionamento. A administração também argumentou que  as verbas repassadas pelo Estado e União para tanto seriam insuficientes. Desde o fechamento do hospital, a Promotoria de Justiça iniciou uma série de diligências buscando, de forma administrativa, a retomada do pronto-atendimento, sem sucesso. Por isso, ao Ministério Público não restou alternativa senão o ajuizamento da ação.

Na decisão, o Juízo da Comarca determina a retomada do serviço de urgência e emergência em até 72 horas, por ao menos 30 dias; a elaboração de um cronograma que estabeleça como o atendimento será prestado a partir de então, se será ou não mantido; e, caso permaneça em funcionamento, quais serão as fontes de custeio para manutenção do serviço. Foi estipulada multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento da decisão.

A reportagem do Massa News tenta o contato com o município e aguarda uma resposta sobre o caso. 

Com informações do Ministério Público do Paraná.