Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

HU obtém certificação como Hospital de Ensino

(Foto: Divulgação) - HU obtém certificação como Hospital de Ensino
(Foto: Divulgação)

A edição do Diário Oficial da União (DOU) de 1º de novembro trouxe a publicação da Portaria Interministerial nº 2.213, de 31 de outubro de 2016, que certifica o Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais da Universidade Estadual de Ponta Grossa (HU), como Hospital de Ensino. Esta é a última etapa do processo que teve início em outubro de 2014, com a visita a visita da comissão de certificação ao HU-UEPG. Em fevereiro de 2015, essa mesma comissão deu parecer favorável à certificação, ficando pendente apenas a publicação da portaria conjunta dos ministérios da Educação e Cultura.

O diretor do HU, professor Everson Augusto Krum, lembra que o processo para certificação teve início, de fato, em janeiro de 2014, quando uma comitiva do hospital acompanhou o reitor Carlos Luciano Sant’Ana Vargas em audiência na Coordenação de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde, para conhecer os trâmites necessários para o reconhecimento do HU como Hospital de Ensino. Em seguida, foi criada a Comissão de Hospital de Ensino, sob o comando do médico e professor César Roberto Busato, que acumulava experiências na criação do curso de Medicina da UEPG e também na implantação do Hospital Regional de Ponta Grossa, cuja gestão passou para a universidade em junho de 2013.

Após o levantamento das condições necessárias para a certificação, em agosto de 2014 foi protocolizado o pedido junto à Comissão de Certificação de Hospitais de Ensino. Na continuidade, foi designada uma comissão de avaliação, com representantes dos dois ministérios envolvidos, que percorreu as instalações do HU e outras unidades hospitalares do município, em outubro, para a verificação ‘in loco’ do adequado atendimento aos requisitos exigidos. Na visitação (outubro de 2014) e depois no próprio parecer favorável à certificação (fevereiro 2015), a comissão destacou as condições de infraestrutura do HU, tanto para o atendimento aos serviços de saúde como para atividades de ensino.

Enfim, observa Everson Krum, o parecer favorável da comissão significa o reconhecimento de que o HU-UEPG atende aos critérios estabelecidos pelos MEC e MS, que buscam normatizar procedimentos de organização, funcionamento, gestão, segurança, epidemiologia, exercício profissional, atendimento dentre outros e sua inter-relação com ensino e aprendizagem, tanto de graduação como de pós-graduação. Dentre os critérios para certificação, há ainda a necessidade de existência de atividades de curso de Medicina e de mais, no mínimo, duas outras áreas da Saúde. “No nosso caso, temos Enfermagem, Farmácia e Odontologia, além das residências médica e multiprofissional”.

Everson Augusto Krum, enumera vantagens da certificação como Hospital de Ensino. Entre elas, a participação da Rede Universitária de Telemedicina – RUTE, que visa o aprimoramento de projetos de telemedicina e o incentivo a iniciativas interinstitucionais na área. Haverá ainda um incremento nos valores pagos nos procedimentos de média complexidade, além do valor pago pelo SUS. Nos próximos dias, segundo ele, o HU já deverá entrar com o processo para a concessão de bolsas para os novos programas de residência médica e multiprofissional do HU. “Os hospitais de ensino têm preferência na concessão dessas bolsas”, comenta, destacando a participação do deputado Sandro Alex, na publicação da portaria interministerial, que leva a assinatura dos ministros Ricardo Barros (Saúde) e Mendonça Filho (Educação).

Em sua página do Facebook, o deputado Sandro Alex se manifestou, ressaltando também o trabalho do reitor Luciano Vargas e a equipe da UEPG, para a consolidação do processo de verticalização do HU, em diversas áreas do ensino. “ Facilitará na autorização de novos programas de residência médica e multiprofissional além de alavancar projetos de pesquisa e de extensão e possibilitar a participação em editais específicos para os estabelecimentos dessa categoria. Isso consolidou o nosso Hospital Universitário. Trabalho em conjunto rende bons frutos”, disse.

Para o reitor Luciano Vargas, que teve participação direta em todo processo de instalação do Hospital Regional e a posterior passagem para a gestão da UEPG, essa é mais uma etapa no processo de consolidação do HU, hoje reconhecidamente um estabelecimento referência nos Campos Gerais no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde e também na formação e capacitação profissional na área da Saúde. Ao fazer o comunicado da publicação da portaria de certificação na reunião do Conselho de Administração (CA) desta segunda-feira (7), Luciano Vargas destacou que agora o HU poderá receber recursos dos ministérios da Saúde e da Educação, possibilitando ainda mais qualidade na prestação de serviços à comunidade.

Colaboração Assessoria de Imprensa.