Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Imagens mostram momento em que motociclista atropela vítimas no Batel

Novas imagens de câmeras de segurança mostraram, por outro ângulo, o grave acidente causado por um motociclista na tarde do último sábado (7), na Avenida Batel, que deixou três pessoas feridas. Duas vítimas, uma mulher de 38 anos e uma criança de oito anos, seguem internadas em estado grave no hospital.

As imagens mostram, em um primeiro momento, a mulher e a criança andando pela calçada da Avenida. Minutos depois, enquanto ambas atravessavam a rua, Leonardo de Fonseca Magalhães, de 22 anos, surge pilotando uma motocicleta em alta velocidade e acerta as duas vítimas em cheio, que são arremessadas na avenida.

Após a batida, a moto ainda invade um ponto de ônibus e acerta uma idosa, de 88 anos, enquanto o rapaz é arremessado na calçada. Desnorteado, Leonardo levanta do chão após ser atingido pelo vidro do ponto de ônibus, enquanto pessoas que passavam pelo local tentam socorrer as três vítimas.

O jovem está internado sob escolta policial e vai prestar depoimento depois de receber alta. Em seguida, ele irá utilizar tornozeleira eletrônica, conforme decisão da Justiça. De acordo com o delegado da Delegacia de Delitos de Trânsito, Anderson Franco, o jovem vai responder por dois delitos previstos no Código Brasileiro de Trânsito: fazer exibição em via pública, com o agravante de ter causado lesão corporal nas vítimas (artigo 308), e estar com a carteira suspensa (artigo 307).

“Inclusive a carteira foi suspensa por uma infração gravíssima de 2016 pelo mesmo fato, de estar equilibrando a motocicleta sem uma roda”, disse Franco.

Vítimas

Vivian Baptista, tia de uma das vítimas, uma menina de oito anos, informou que a criança segue em estado grave no Hospital Pequeno Príncipe, porém estável. “Estamos bem abalados, mas temos fé de que ela sairá dessa”, disse.

Vivian explicou que a outra vítima, uma enfermeira de 38 anos, é prima da mãe da criança e está internada em quadro estável no Hospital do Trabalhador. A vítima teve traumatismo craniano e perfuração nos dois pulmões, além de fratura na bacia e em múltiplos ossos. A idosa, de 88 anos, foi encaminhada ao Hospital Cajuru e recebeu alta no mesmo dia.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo