Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Já falta combustível e leite é descartado nas propriedades rurais

A mobilização dos caminhoneiros entrou nesta quarta-feira (23) no terceiro dia. Desde a segunda-feira (21), vários pontos de bloqueio em diversas cidades do Paraná estão sendo registrados. Nenhum veículo de carga passa os bloqueios e as consequências disto, já são sentidas em vários setores.

Um dos comércios mais atingidos é o de combustíveis. Em várias cidades já há registro de falta de produtos; Em Carambeí, as bombas dos postos secaram. Em Ponta Grossa há filas para abastecimento onde ainda existe estoque; também em Ponta Grossa, o transporte coletivo já reduz a quantidade de ônibus em circulação para poupar óleo diesel.

Leite

Em Teixeira Soares, produtores de leite estão tomando medidas extremas desde o início da paralisação. Diariamente, muitos litros de leite estão sendo descartados. O casal de produtores, Cristina e Ernani Gilberto Lindemann, conta que desde o primeiro dia não tem como escoar a produção de mais de 1 mil litros de leite por dia. Na terça-feira (22), eles doaram parte do leite para escolas e entidades sociais, mas, ainda assim, o que não pode ser aproveitado, é descartado.

Nesta quarta-feira mais 400 litros de leite devem ser jogados fora na propriedade. Mas, apesar do prejuízo, eles dizem que apoiam o movimento dos caminhoneiros. “Mesmo assim nós somos a favor da paralisação. Vamos doar o leite e apoiar eles, porque o prejuízo com o preço do diesel é maior se continuar assim”, afirmou Cristina.

Colaboração Stiven Souza