Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Janeiro foi o mais quente já registrado no Paraná

(Foto: José Fernando Ogura/ANPr) - Janeiro foi o mais quente já registrado no Paraná
(Foto: José Fernando Ogura/ANPr)

O calorão que tomou conta do primeiro mês ano, além de deixar os paranaenses sufocados, bateu recordes: este foi o janeiro mais quente no Paraná desde que se faz acompanhamento e registro nas estações meteorológicas, em 1975. E não foram apenas as temperaturas máximas que bateram recorde histórico em várias regiões, mas também as mínimas diárias, o que explica o motivo das noites tão quentes ao longo do mês.

 “A presença de uma massa de ar quente, chamada de Alta Subtropical do Atlântico Sul (Asas), na costa Sudeste do Brasil, bloqueou a circulação das frentes frias que trariam chuvas abrangentes e duradouras”, explicou a agrometeorologista Heverly Morais, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar).

Em Paranavaí, por exemplo, a média das temperaturas mais altas nos dias de janeiro foi de 34,4°C, 3,3ºC superior ao que é historicamente obtido na cidade. “Lá também observamos a maior temperatura já registrada para o mês desde o início dos registros, em 1975”, disse. No dia 22 de janeiro, os termômetros bateram a marca de 38,1ºC.

Informações Agência Estadual de Notícias

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo