Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Justiça aceita denúncia contra ex-prefeito de Piên

(Foto: Divulgação) - Justiça aceita denúncia contra ex-prefeito de Piên
(Foto: Divulgação)

A denúncia do Ministério Público contra o ex-prefeito de Piên, Gilberto Dranka, foi aceita pela Justiça. Dranka é acusado de encomendar a morte do prefeito eleito do município, Loir Drevek.

A Justiça determinou ainda que Dranka e outras duas pessoas acusadas de participação no crime continuem presos preventivamente. O ex-prefeito foi preso no dia 31 de janeiro e foi encontrado pelos policiais escondido no alçapão de sua casa.

Dreveck foi morto em um atentado cometido em dezembro do ano passado, na rodovia PR-420. Ele estava no carro da prefeitura do município e seguia para o estado de Santa Catarina. De acordo com a polícia, o crime foi motivado por uma desavença política.

Além de Dranka, outras três pessoas estão presas: Amilton Padilha, 29 anos, apontado como o atirador que cometeu o crime e Orvandir Arias Pedrini, 44, que teria sido o intermediário entre o mandante e o assassino.