Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Laudo confirma arma usada em crime após denúncia anônima

(Foto: Ana Flavia/Rede Massa) - Laudo confirma arma usada em crime após denúncia anônima
(Foto: Ana Flavia/Rede Massa)

Um homem, preso em abril por porte ilegal de arma, foi identificado como o autor do homicídio contra Adriano Aleixo Vargas, de 23 anos, no dia 22 de março deste ano, no bairro Cajuru. A identificação aconteceu após uma denúncia anônima feita à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que apontava que Heriton Ferreira, de 33 anos, usou a pistola apreendida em abril para cometer o crime – fato constatado após perícia.

O homem havia sido preso novamente na última sexta-feira (14), por tráfico de drogas, e agora será indiciado por homicídio qualificado. “Em abril ele [Ferreira] foi preso em flagrante portando a pistola, e depois recebemos uma denúncia anônima de que a pistola teria sido usada para matar a vítima, o que foi constatado pela criminalística”, explicou o delegado responsável pelo caso, Cássio Conceição.

Vargas foi morto com cinco tiros no meio da Rua Rutildo Pulido, e a suspeita é de que o crime tenha sido motivado pela disputa do tráfico de drogas na região. “Autor e vítima tinham várias passagens por tráfico e roubo, e provavelmente foi uma disputa. Perguntamos para a origem da pistola e ele afirmou que era dele, e que tinha comprado para proteção pessoal”, disse.

O delegado ressaltou, ainda, a importância do disk denúncia, que neste caso levou à identificação e prisão do suspeito. “O Disk Denúncia é muito importante para os trabalhos policiais. Através dele conseguimos informações cruciais para dar continuidade às investigações e elucidar crimes. Encorajamos para que a população denuncie, de forma anônima, pelo telefone 0800-6431-121”.

Ferreira responderá pelos crimes de homicídio qualificado e porte ilegal de armas e permanece à disposição da Justiça.

Colaboração Ana Flavia/Rede Massa e informações Polícia Civil

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo