Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Linha de ônibus que liga regiões norte e sul de Londrina tem trajeto alterado

(foto: CMTU/Divulgação) - Linha de ônibus que liga regiões norte e sul tem trajeto alterado
(foto: CMTU/Divulgação)

Desde a manhã desta segunda-feira (14), a linha de ônibus 800 - Vivi Xavier/Acapulco, que liga a zona norte à zona sul de Londrina, passou a operar com uma alteração no itinerário. Segundo a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU), a mudança atende as solicitações de moradores do bairro Aurora, na região Sul.

A linha transporta em média três mil passageiros por dia e utiliza 14 veículos, com 52 viagens diárias.

Segundo a CMTU, vários trabalhadores do bairro comunicaram a diretoria de transportes sobre a necessidade da linha passar mais perto das casas e condomínios “atrás” da PR 445, para quem atravessa a via sentido Jardim Botânico. Até então, o ponto mais próximo era o do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) e, para alguns clientes do transporte coletivo, a caminhada superava os 500 metros pela marginal, com certa insegurança. “Com a mudança será possível descer num ponto mais próximo dos condomínios e isso atenderá as solicitações dos porteiros, zeladores, jardineiros, domésticas e estudantes, em especial”, explica Moacir Moraes, coordenador operacional de transportes da CMTU.

Antes, a linha saía da avenida Garibaldi Deliberador e passava pelas ruas Ivete Abib, José Nogueira Franco, Crocefisso Pisconti e avenida Harry Prochet. Agora, ela sai da Garibaldi Deliberador direto para a avenida Waldemar Spranger, seguindo pela rodovia PR 445, com embarque e desembarque no ponto da esquina com a rua Fermino Barbosa. “Basicamente, a mudança é que a linha deixa de passar pela avenida Harry Prochet, a qual também é atendida pela linha 217 – Vivendas do Arvoredo. No entanto, vamos avaliar a alteração juntamente com os usuários das linhas para os possíveis ajustes, se necessário”, diz Moacir.

De acordo com a Companhia, a distância e o tempo do percurso permanecem idênticos. A vantagem, porém, é que a linha deixará de passar nas ruas internas, seguindo por vias de maior fluxo, como a Av. Waldemar Spranger e a marginal da 445.

O comunicado das alterações tem sido divulgado pela CMTU há duas semanas nos pontos da linha, nos terminais de integração e também no interior dos coletivos.

(com assessoria de imprensa)