Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Mãe de paranaense morta em Portugal quer trazer a filha para o Brasil

(Foto: Reprodução) - Mãe de paranaense morta em Portugal quer trazer a filha para o Brasil
(Foto: Reprodução)

A família de Ivanice Carvalho da Costa, de 36 anos, morta por engano pela polícia de Lisboa, em Portugal, na madrugada desta quinta-feira (16), enquanto o namorado a levava para o trabalho, disse que ainda aguarda um posicionamento para conseguir trazer o corpo da filha ao Brasil.

A mãe de Ivanice, Maria Luzia Silva Carvalho da Costa, que mora em Amaporã, ainda não sabe como conseguirá fazer o velório da filha, nem quando. “A minha irmã, que está lá, está tentando ver isso, pois são muitos documentos e um advogado está vindo até aqui para saber o que podemos fazer. Se isso não se desenrolar até amanhã, só vamos conseguir algo na semana que vem”.

Sobre o caso, a mãe de Ivanice disse que o namorado estava a levando para o trabalho quando tudo aconteceu. “A polícia confundiu o carro dele com o de um assalto que tinha acontecido e tentou parar, mas ele não tem habilitação e não parou, foi quando eles atiraram e acertaram minha filha”.

Segundo a mãe da vítima, ele não era brasileiro e vivia em Portugal há alguns anos. “Nós não tínhamos contato com ele, falávamos sempre com ela, mas ela dizia que ele nasceu em outro país e foi morar em Portugal”.

O homem foi preso em flagrante.