Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Maré Baixa: Polícia Civil de Maringá cumpre mandados

(Foto: Ilustração/DPI) - Maré Baixa: Polícia Civil de Maringá cumpre mandados
(Foto: Ilustração/DPI)

Uma operação da Polícia Civil de Maringá cumpre nesta terça-feira (7), mandados de prisão relativos a terceira fase da Operação Maré Baixa, que investiga o furto de produtos de uma loja náutica de Maringá.

Conforme a polícia, quatro pessoas foram presas e uma segue foragida. Os mandados foram cumpridos em Maringá, Palhoça, Itapema e São José, em Santa Catarina. Os suspeitos devem responder pelos crimes de furto qualificado, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

O Furto

O furto ocorreu na madrugada de 30 de julho, mas somente foi percebido na manhã de 31 de julho, na segunda-feira, quando os funcionários chegaram para o trabalho. Os suspeitos entraram na loja por um buraco no telhado e retiraram os produtos furtados pelos fundos do estabelecimento. Foram levados 9 jetskis; 4 quadriciclos; 3 motores de popa e uma caminhonete S10. O prejuízo foi avaliado em mais de R$ 1 milhão.

No dia 8 de agosto, uma mulher suspeita de integrar o grupo responsável pelo arrombamento foi presa. Elaine Campos Pereira, seria esposa do homem identificado como Ederson Marcos da Silva, apontado como o líder da quadrilha responsável pelo furto. O homem e outros três rapazes foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-101, em Palhoça, no dia 10 de agosto.