Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Ministro da Saúde promete revogação de portarias e índios desocupam escritório em Maringá

Os indígenas das etnias xetá, kaingang e guarani desocuparam o escritório político do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), no fim da tarde desta quarta-feira (26), em Maringá. Cerca de 300 manifestantes deixaram o local e seguiram para o ginásio Chico Neto.

Diante da notícia dos protestos, o ministro da Saúde comunicou que publicaria uma nova portaria no Diário Oficial da União, revogando a medida que tirou a autonomia financeira e orçamentária da Secretaria Especial de Saúde Indígena.

Os índios foram informados da decisão, mas vão se manter em Maringá até que tenham a confirmação da promessa no Diário Oficial. Caso isso não se concretize, eles vão retornar ao escritório de Ricardo Barros na manhã desta quinta-feira (27).

Os povos xetá, kaigang e guarani defendem que Barros vai precarizar o atendimento de saúde nas aldeias, centralizando todas as decisões no Ministério da Saúde, tirando a força da secretaria e também dos Distritos Sanitários Indígenas.

Colaboração Célia Martinez e Creval Sabino da Rede Massa