Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Missa é rezada em Cianorte pelas vítimas fatais e duplicação da PR-323

Centenas de pessoas se reuniram no fim da tarde dessa segunda-feira (7), no portal da entrada de Cianorte, para uma missa pelas vítimas fatais da PR-323. Após o acidente em Cafezal do Sul que causou 21 mortes, a Igreja Católica está encabeçando uma campanha pela duplicação imediata da rodovia.

O pedido é antigo e a promessa do governo do Estado em executar a obra vem de anos, porém, o projeto não saiu do papel. A construtora Odebrecht chegou a ser contratada, mas não cumpriu o serviço e a licitação foi cancelada recentemente, com a obra voltando à estaca zero.

Bastante incisivo na necessidade da duplicação e manutenção da PR-323, o arcebispo de Maringá, dom Anuar Battisti, celebrou a missa e cobrou uma resposta do poder público. “Não podemos ficar de braços cruzados diante de vidas ceifadas e uma rodovia que está em péssimas condições, vergonha para todos nós”, declarou.

A campanha da Igreja Católica envolve as dioceses de Maringá, Umuarama e Campo Mourão, todas cortadas pela rodovia.

O acidente

No dia 31 de outubro, um ônibus da Secretaria Municipal de Saúde de Altônia levava 30 pessoas para médicos em Umuarama quando colidiu contra um caminhão da empresa Latco, na PR-323. Os dois veículos pegaram fogo e 21 pessoas faleceram, 19 delas carbonizadas.

Colaboração Brenda Carasmachi e Creval Sabino da Rede Massa