Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Morte de recém-nascido em Caiobá será investigada pela polícia

(Foto: Ilustração/Pixabay) - Morte de recém-nascido em Caiobá será investigada pela polícia
(Foto: Ilustração/Pixabay)

A Polícia Civil vai investigar a causa da morte de um recém-nascido, registrada na madrugada desta quarta-feira (24), no balneário Caiobá, em Matinhos. Os pais da criança afirmaram que o bebê nasceu morto e que ambos não tinham conhecimento da gestação.

A investigadora da Polícia Civil, Fabíola da Motta Figueira, explicou que o Siate foi acionado para socorrer a mulher, de 34 anos, que estava com o recém-nascido nos braços. “A informação do pai e da mãe, segundo o hospital, é que eles não sabiam da gestação, tanto que essa paciente não passou por pré-natal. Ela teria sentido fortes dores, levantou do local e, pouco depois, expeliu a criança”, disse.

A mãe e o bebê foram encaminhados ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, mas a causa da morte do recém-nascido ainda não foi atestada. “Não sabemos se essa criança já chegou morta ou não. O caso vai ser investigado e, com base no laudo do Instituto Médico Legal, vai ser apurado se, eventualmente, houve algum tipo de crime. Mas há grande possibilidade de ter sido causa natural”, completou.

De acordo com a investigadora, a mulher trabalhava em serviço pesado e fazia uso de medicamento contínuo. O corpo do recém-nascido foi encaminhado ao IML de Paranaguá.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo