Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Mortes no trânsito caem 20% em Londrina de janeiro a outubro

(foto: Rede Massa/Arquivo) - Mortes no trânsito caem 20% em Londrina de janeiro a outubro
(foto: Rede Massa/Arquivo)

O número de vítimas fatais em acidentes de trânsito em Londrina caiu 20% entre os meses de janeiro e outubro deste ano em comparação com o mesmo período de 2015. Foram 75 mortes nos dez primeiros meses de 2016, contra 94 no ano anterior. Os dados fazem parte do placar do trânsito, divulgado nesta quinta-feira (10) pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização.

Pouco mais de 40% das mortes é de motociclistas, com 32 registros. Já os atropelamentos representam 25%, sendo que 11 das 19 ocorrências envolvem idosos.

Das 75 vítimas fatais, 58 são homens (77%).

Multas

De janeiro a outubro, a CMTU contabilizou 174 mil multas aplicadas no trânsito londrinense, sendo 86,8 mil por radar fixo, 70,6 mil por talão eletrônico e 16,6 mil por radar móvel.

As principais atuações são dirigir sem cinto de segurança (21,6 mil), dirigir falando ao celular (14,9 mil) e estacionar em local proibido (9,6 mil).

Radares

A instalação de radares fixos em 18 pontos da cidade provocou uma redução de 43% nos acidentes nos locais que receberam os aparelhos.

Foram 46 ocorrências de janeiro a maio e 26 entre janeiro e outubro. O volume de multas também está caindo. Em junho, primeiro mês de operação, um veículo era multado a cada 300 que passavam pelo ponto com radar. Já em outubro, o índice caiu para um em cada 634 veículos.

Os pontos com maior índice de autuação são a avenida Duque de Caxias, com 2.215 multas por excesso de velocidade em outubro, a avenida Dez de Dezembro, com 320 infrações de avanço de sinal e 48 por avanço de sinal no mesmo local.