Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

MPPR: Goioxim terá que desativar lixão e instalar aterro sanitário

(Foto: Ilustrativa) - MPPR: Goioxim terá que desativar lixão e instalar aterro sanitário
(Foto: Ilustrativa)

Goioxim, município do Centro-Sul paranaense, deverá desativar o lixão da cidade e planejar a instalação de um aterro sanitário, em até quatro meses. A medida foi determinada pela Justiça de Cantagalo e divulgada na manhã desta sexta-feira (7), pelo Ministério Público do Paraná (MPPR).

A ação civil considerou que o lixo produzido na cidade é despejado há anos em um terreno baldio irregular, sem preparação e a céu aberto. A investigação também apontou que o lixão é o destino de dejetos de várias origens, desde orgânicos, restos de obras e pneus. Além disso, não há restrição para a entrada de qualquer pessoa no lixão.

A prefeitura da cidade terá até quatro meses para apresentar um plano de gestão de resíduos e implantar sistemas de coleta seletiva, compostagem e programa de educação ambiental permanente.

Colaboração MPPR

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo