Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Mulher é presa depois de se passar por servidora da Receita Federal

(Foto: Polícia Civil do Paraná) - Mulher é presa depois de se passar por servidora da Receita Federal
(Foto: Polícia Civil do Paraná)

A suspeita de aplicar golpes ao se passar por funcionária da Receita Federal foi presa em Cascavel. A mulher de 33 anos negociava a liberação e venda de veículos e produtos eletrônicos apreendidos mediante pagamento e ficava com o dinheiro das vítimas.

A negociação acontecia por aplicativos de mensagens. Uma vítima procurou a polícia depois de desconfiar da oferta de liberação de uma Hilux. A vítima já havia pago R$ 550 e a golpista pediu mais R$ 150, porém sem garantia sobre a entrega do veículo.

A mulher foi localizada por meio da conta indicada para depósito. Para as vítimas, ela dizia que a conta era de seu chefe, mas na realidade o titular da conta era um familiar idoso da golpista, que atuava como laranja. O parente da mulher afirmou que não sabia dos depósitos e que a suspeita pediu a conta emprestada para receber dinheiro, mas sem explicar a procedência.

“Em um dos golpes, inclusive, o prejuízo foi de R$ 10 mil, outros com valores um pouco menor. Porém, todas as vítimas serão ouvidas durante os próximos dias na delegacia”, afirmou o delegado responsável pela ação, Rodrigo Baptista Santos. De acordo com ele, a suspeita tem três boletins de ocorrência contra ela e passagens pela polícia por estelionato. “A suspeita já havia sido condenada pela Comarca de Foz do Iguaçu, chegando a cumprir pena de forma alternativa com o uso de tornozeleira eletrônica”.

Ela confessou o crime e foi presa em flagrante por estelionato.

Colaboração Polícia Civil

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo