Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Noroeste ganha helicóptero para resgate e transporte de pacientes

Noroeste ganha helicóptero para resgate e transporte de pacientes

Mais um helicóptero do governo do Estado, para uso exclusivo da área da saúde, passou a funcionar a partir dessa quinta-feira (24). Baseada em Maringá, a aeronave será utilizada em missões de resgate e transporte de pacientes, cobrindo a demanda de todo o noroeste do Paraná.

“Sabemos que o atendimento rápido e com todo o suporte necessário é fundamental para salvar vidas em situações de urgência e emergência. Cada minuto pode fazer a diferença. Por isso, investimos na nossa rede aeromédica, utilizada em casos que exigem rapidez e locais de difícil acesso”, colocou o governador Beto Richa, que vai inaugurar oficialmente o serviço em 8 de dezembro. 

Com a novidade, o Estado amplia a cobertura da frota aérea paranaense.  O veículo tem uma autonomia de voo de 250 quilômetros, a partir de Maringá, o que garante o atendimento das ocorrências do extremo noroeste. 

A atuação vai acontecer em conjunto com a equipe do Samu 192, deslocada para o atendimento de casos graves, que necessitam de intervenção rápida, ou em ocorrências cujos locais são de difícil acesso. Outra função do transporte aeromédico é a transferência de pacientes graves entre serviços de saúde.

A partir de agora, são três helicópteros (Maringá, Curitiba e Cascavel) e um avião UTI a serviço da saúde. Em dezembro, uma nova base deve começar a operar em Londrina, também com um helicóptero de uso exclusivo da saúde. 

Capacitação

Nesta semana, médicos e enfermeiros socorristas que atuarão no helicóptero finalizaram o último curso de capacitação em transporte aeromédico. Os profissionais que vão compor a equipe se revezarão em plantões diários na base da aeronave, em um hangar no aeroporto. 

Colaboração Agência Estadual de Notícias