Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Nova ação contra o Aedes aegypti usa trens-pulverizadores

- Nova ação contra o Aedes aegypti usa trens-pulverizadores

Depois de promover mutirões com participação de 600 pessoas para eliminar criadouros do Aedes aegypti, a concessionária de ferrovias Rumo mantém em circulação três vagões pulverizadores, que vão defender 45 localidades de ataques do mosquito. O programa “Na Rumo não vai dar Zika” busca reduzir o risco de zika, dengue e chicungunya com ações preventivas durante todo o mês de fevereiro.

Os mutirões do dia 4 de fevereiro mobilizaram colaboradores da Rumo e voluntários em 25 cidades dos estados de São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. Em grupos, os participantes coletaram objetos que retêm água em pátios ferroviários, ruas e praças. Em Curitiba, houve até uso de robô com drone. Alunos da Escola Municipal Durival Britto e Silva criaram robô semeador para plantar crotalária em locais de difícil acesso. A espécie inibe a proliferação do Aedes aegytpi.

Os três vagões equipados com pulverizadores integram a ação “Xô, Mosquito!”, que dará sequência ao programa preventivo. A primeira composição começou a circular no dia 4 de fevereiro, partindo de Paranaguá (PR). O Porto de Rio Grande (RS) e a cidade de São José do Rio Preto (SP) foram as primeiras a receber os vagões em seus estados.

Desde o início da ação, já foram percorridas 19 cidades de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Até a próxima segunda-feira (20), mais 13 municípios devem receber o trem com pulverizador. No Rio Grande do Sul, estão no roteiro Roca Sales (15) e Vacaria (16). No Paraná, a composição passa por Maringá (15), Apucarana (16), Londrina (17) e Cornélio Procópio (18). Em São Paulo, a viagem de prevenção inclui Embu-Guaçu (15), São Vicente (Paratinga) (16), Guarujá (Conceiçãozinha) (17), Ourinhos (19) e Mairinque (20). Na próxima semana, serão percorridos também municípios de Santa Catarina.

O Brasil registrou 794 mortes por dengue, chikungunya e zika no ano passado. Ações que eliminam criadouros do Aedes aegypti integram esforço nacional para salvar vidas.

Sobre a Rumo

A companhia, resultante da fusão entre Rumo e ALL, tem 12 mil quilômetros de malha ferroviária, 966 locomotivas, 28 mil vagões e quase 12 mil funcionários diretos e indiretos. Sua capacidade de elevação no Porto de Santos e no Porto de Paranaguá é de 29 milhões de toneladas ao ano.