Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Oito são presos durante operação no Condomínio Serra do Mar

(Foto:Juliana Rodrigues / Rede Massa) - Oito são presos durante operação no Condomínio Serra do Mar
(Foto:Juliana Rodrigues / Rede Massa)

A Operação Benção Tio, deflagrada nesta quinta-feira (9) no Condomínio Serra do Mar, em São José dos Pinhais, terminou com oito pessoas presas e dois adolescentes apreendidos. Os detidos são apontados como integrantes de uma quadrilha conduzia o tráfico de drogas no local e suspeito de cometer mais de 10 homicídios na região.

Além dos oito presos hoje, outras seis pessoas alvo da operação já estão no sistema prisional. Os mais de 100 policiais envolvidos na ação apreenderam ainda drogas, três balanças de precisão, armas, 170 munições de diferentes calibres, algemas, rádios comunicadores com a frequência da polícia, documentos, celulares e computadores.

Juliana Rodrigues / Rede Massa(Foto: Juliana Rodrigues / Rede Massa)

Desde 2012, 15 homicídios foram registrados dentro do condomínio e ao todo foram 41 assassinatos na região onde o prédio está localizado. As investigações indicaram ainda que a quadrilha chegou a expulsar moradores inadimplentes com pagamentos de taxas como condomínio, luz e água. A suspeita é que os valores eram utilizados pelos próprios criminosos.

O chefe do grupo foi identificado como Paulo Monteiro, conhecido como Tio. Ele está preso na Penitenciária Estadual de Piraquara I, responde a mais de 10 homicídios e foi condenado a mais de 80 anos de prisão. Sua ficha criminal conta com 14 homicídios, três fugas, receptação qualificada, posse ilegal de arma de fogo e outros.

Agentes penitenciários encontraram na cela de Monteiro um aparelho celular que era utilizado para comunicação com a quadrilha. "Ele linkava as pessoas que seriam as próximas lideranças. Vários morreram em confronto, vários foram presos e mesmo assim surgiam novos elementos", comentou o delegado Michel Carvalho, que classificou a situação como uma "reprodução diária do crime".

Gatos

Durante a operação, técnicos da Copel identificaram mais de 10 ligações de energia irregulares no condomínio.

Colaboração Juliana Rodrigues / Rede Massa e Polícia Civil