Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Pelo menos 20 documentos foram falsificados por servidor

(Ilustração: Tony Winston/Agência Brasília) - Pelo menos 20 documentos foram falsificados por servidor
(Ilustração: Tony Winston/Agência Brasília)

A Polícia Civil procura pelos suspeitos que receberam carteiras de identidade falsificadas por um servidor público. A irregularidade foi alvo da Operação Vucetich, deflagrada na manhã desta sexta-feira (7).

O responsável pelas falsificações foi identificado pela polícia como um servidor municipal que atuou nos núcleos de Rancho Alegre e Cerro Azul. Ele trabalhou no Instituto de Identificação e depois foi transferido para o Detran.

De acordo com o delegado-adjunto da Delegacia de Estelionato, Rodrigo Souza, o servidor inseriu informações falsas com sua própria senha de acesso. O esquema foi detectado pelo Instituto de Identificação, que analisou todos os registros realizados pelo suspeito.

Até o momento 20 documentos falsos foram identificados. No entanto, a suspeita é que foram mais de 100 fraudes. Os documentos falsos serão cancelados.

Nesta sexta foram cumpridos mandados de busca e apreensão na sede do Detran e na casa do servidor. Ele foi afastado da função.

“A investigação agora vai se desmembrar. Vamos investigar as pessoas que estão usando esses documentos e essa rede de colaboradores, o próprio Ministério Público, através da promotoria de Cerro Azul, vai verificar se tem o envolvimento de algum outro servidor municipal ou envolvimento de setores da prefeitura”, disse o delegado.

O suspeito deve responder por corrupção, peculato eletrônico e falsificação de documento público.

Colaboração Polícia Civil

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo