Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

PF analisa artefatos explosivos deixados por quadrilha de banco

O Grupo Antibombas da Polícia Federal (PF) analisa os artefatos explosivos deixados por assaltantes em Cascavel, após arrombamento a uma agência da Caixa Econômica (CEF) durante a madrugada desta quinta-feira (8). As bananas de dinamite estavam no cruzamento das ruas Hyeda Baggio Mayer e General Osório e foram retiradas para serem detonadas em outro local. 

A Polícia Militar (PM) explicou que os ladrões deixaram armadilhas próximo à sede para atrapalhar o trabalho dos policiais. "Viemos pela praça e, se tivéssemos ido pelo caminho normal, teríamos nos deparado com 'miguelitos' (ferros usados para furar pneus). Quando entramos na Padre Anchieta, vimos os suspeitos embarcando e saindo em alta velocidade", disse o tenente Roberto Tavares.

Depois de alguns quilômetros de perseguição e troca de tiros, os bandidos saíram da General Osório, se perderam e bateram no muro de uma igreja. "Fizemos cerco nas redondezas e conseguimos prender dois homens. Foram encontradas roupas dos fugitivos, duas bolsas com dinheiro, bala clava, um maçarico, cilindro de oxigênio e dois artefatos explosivos", completou.

A PM orienta a população a não colocar a mão em objetos estranhos e ficar atentos a outros explosivos deixados na região. Os outros dois suspeitos seguem sendo procurados. O Exército também está no local.

Colaboração: Cristiane Guimarães/Rede Massa.

PF analisa artefatos explosivos deixados por quadrilha de banco