Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Polícia apreende armas e prende três pessoas em ação de combate ao tráfico

Polícia apreende armas e prende três pessoas em combate ao tráfico

Três pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira (15) por policiais civis da Denarc. A ação de combate ao tráfico de drogas, visa uma quadrilha especializada em tráfico de cocaína e crack e que vinha agindo em Foz e, segundo a polícia, teria ramificações em Santa Catarina.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Em um dos locais, uma casa na Avenida João Paulo Segundo, no Jardim Manaus, foram apreendidos certa quantidade de crack, celulares; uma pistola de calibre ponto 380; um revólver de calibre 38; um fuzil de calibre 762; uma submetralhadora de calibre 22 com silenciador; máquina de recarga adaptada para recarregar cartuchos de qualquer calibre; um bloqueador de sinal para qualquer frequência; balança de precisão; colete balístico; carregadores de pistola e duas miras a laser.

Entre os presos está um casal, apontado como ‘chefe’ da quadrilha. Contra eles, havia mandado de prisão em aberto. O terceiro preso é um rapaz que seria funcionário do casal e estava na casa no momento da abordagem. Ele assumiu ser o proprietário do revólver e foi preso em flagrante.

Ainda conforme a polícia, as investigações partiram de duas grandes apreensões de cocaína efetuadas no ano passado. Uma delas, em agosto, em Santa Terezinha de Itaipu com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em que foram apreendidos 130 quilos de cocaína e a outra, efetuada pela PRF, em Santa Catarina, em que 150 quilos da droga foi retirado de circulação.

A polícia revelou ainda que o casal era ‘especialista’ em transportar cocaína entre Foz e Santa Catarina.

Outras duas pessoas estão sendo procuradas, ambas seriam ‘gerentes de pontos de tráfico’ em Foz do Iguaçu, entre elas, está uma ‘mãe de santo’. A ação foi batizada pela polícia de “Cambone”, justamente uma referência ao candomblé, devido a participação da mãe de santo.

Colaboração Cris Neres/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo