Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Polícia Civil abre inquérito para apurar a responsabilidade do acidente com duas mortes na Rodovia do Xisto

(Foto: Colaboração / Rede News 24h) - Polícia abre inquérito para apurar culpa no acidente com duas mortes
(Foto: Colaboração / Rede News 24h)

A Delegacia de Araucária já abriu um inquérito para apurar a responsabilidade do acidente que resultou na morte de duas pessoas neste domingo (20) na Rodovia do Xisto, em Araucária. Dois homens foram autuados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e encaminhados para a delegacia ontem à noite por apresentarem sinais de que consumiram bebidas alcoólicas antes de dirigir. Eles foram ouvidos pela polícia e liberados.

Conforme indicações dos depoimentos e da apuração de informações no local do acidente, o Uno onde estava as vítimas seguia no sentido Contenda da Rodovia do Xisto quando um veículo Tipo despontou na estrada, a partir de uma via secundária. Em seguida, a condutora do Uno perdeu o controle do carro, atravessou a pista e colidiu com uma caminhonete S-10 no sentido contrário. A motorista e seu filho de 12 anos morreram.

De acordo com o delegado Messias Antonio da Rosa, o teste do bafômetro indicou consumo de bebida alcoólica nos dois motoristas envolvidos no acidente. No entanto, os índices foram menores do que os parâmetros que indicam crime. Por isto, foram multados e tiveram as carteiras de habilitação apreendidas. Os dois não foram autuados criminalmente.

“Eles serão ouvidos em inquérito para apurar a responsabilidade do acidente. Houve uma colisão de pequena monta do Uno com o primeiro veículo. Ele estava saindo de uma estrada secundária e despontou na rodovia. A motorista pode ter se assustado e tentado ‘tirar o veículo’ para desviar", contou.

O condutor do Tipo ainda afirmou em depoimento que a motorista do Uno estava em alta velocidade. O delegado disse que vai aguardar o laudo da criminalística e o inquérito será finalizado em 30 dias, quando deve ser encaminhado para parecer do Ministério Público.

Atualização

A PRF divulgou a seguinte nota sobre o acidente:

"Motorista embriagado e sem carteira de habilitação, ao executar manobra de retorno em rodovia, colidiu com outro veículo, jogando este de frente com uma caminhonete, onde o motorista também estava bêbado. Mãe e filho de 12 anos morreram. 

Na noite de domingo (20), por volta das 18h45, na BR-476, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, o motorista de um Fiat/Tipo, ao perder a entrada para a Vila Palmital, em Araucária, iniciou manobra de retorno. Sem perceber a presença de outro veículo, um Fiat/Uno, ocupados por uma mãe e seu filho, colidiu transversalmente, jogando o Uno contra uma caminhonete S10, colidindo frontalmente.

Em razão da colisão frontal, mãe e filho, de 12 anos, morreram. O motorista do Fiat/Tipo fugiu do local do acidente. Populares, que viram o motorista fugitivo pelas imediações, auxiliaram a PRF nas buscas, onde encontraram o veículo dentro da garagem, na tentativa de se livrar das responsabilizações do acidente.

Foram realizados testes de bafômetro nos dois motoristas envolvidos no acidente e ambos estavam bêbados. O motorista da S10, 39 anos, foi encaminhado ao Hospital Municipal de Araucária, para cuidados médicos, recebeu alta e foi encaminhado à Polícia Civil de Araucária, juntamente com o motorista fugitivo, de 20 anos, onde foram registrados os crimes de dirigir sem carteira de habilitação, embriaguez ao volante, fugir de local de acidente, além do homicídio da mãe e filho."