Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Polícia Civil apresenta acusado de latrocínio no Jardim Liberdade em Maringá

Jovem nega o crime (Foto: Índio Maringá/Rede Massa) - Polícia Civil apresenta acusado de latrocínio no Jardim Liberdade
Jovem nega o crime (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

A Polícia Civil apresentou nesta terça-feira (14) um rapaz de 27 anos acusado de um latrocínio registrado em Maringá, no dia 17 de dezembro de 2016. Ele teria amarrado e amordaçado um homem de 46 anos, que morreu vítima de uma parada cardíaca no Jardim Liberdade.

Um sobrinho encontrou Luiz Claudio de Souza sobre a cama, sem roupas, e acionou o socorro. Porém, mesmo após tentativas de reanimação pelo Samu, o homem não reagiu.

Vítima tinha 46 anos (Foto: Divulgação)Vítima tinha 46 anos (Foto: Divulgação) 

Testemunhas contaram à época que o acusado do crime havia fugido em um Ford Escort da vítima, visto depois com Victor Henrique, o acusado do latrocínio. O suspeito ainda teria vendido o celular de Souza.

Victor Henrique nega o latrocínio, mas confirma outros furtos e roubos. Ele inclusive havia sido preso pela Polícia Militar há poucas dias.

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa