Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Polícia Civil apresenta acusado de latrocínio no Jardim Liberdade em Maringá

Jovem nega o crime (Foto: Índio Maringá/Rede Massa) - Polícia Civil apresenta acusado de latrocínio no Jardim Liberdade
Jovem nega o crime (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

A Polícia Civil apresentou nesta terça-feira (14) um rapaz de 27 anos acusado de um latrocínio registrado em Maringá, no dia 17 de dezembro de 2016. Ele teria amarrado e amordaçado um homem de 46 anos, que morreu vítima de uma parada cardíaca no Jardim Liberdade.

Um sobrinho encontrou Luiz Claudio de Souza sobre a cama, sem roupas, e acionou o socorro. Porém, mesmo após tentativas de reanimação pelo Samu, o homem não reagiu.

Vítima tinha 46 anos (Foto: Divulgação)Vítima tinha 46 anos (Foto: Divulgação) 

Testemunhas contaram à época que o acusado do crime havia fugido em um Ford Escort da vítima, visto depois com Victor Henrique, o acusado do latrocínio. O suspeito ainda teria vendido o celular de Souza.

Victor Henrique nega o latrocínio, mas confirma outros furtos e roubos. Ele inclusive havia sido preso pela Polícia Militar há poucas dias.

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo