Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Polícia Civil instaura inquérito para apurar morte de motociclista

Nesta segunda-feira (22), a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a morte de um motociclista, baleado em um suposto confronto com a Polícia Militar no domingo (21). A situação foi registrada na altura do Km 70 da BR-277, no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Michel Carvalho, a Polícia Civil está aguardando os resultados do exame do Instituto Médico Legal (IML) e das perícias realizadas no local. Além disso, as imagens de câmeras de segurança da concessionária que administra a rodovia já foram solicitadas e também serão recolhidas as gravações da denúncia feita ao 190 que teria motivado a abordagem.

As oitivas ainda não foram feitas e tanto testemunhas quanto os policiais militares envolvidos na situação devem ser ouvidos nos próximos dias. A família do jovem diz que ele está sendo incriminado injustamente e que uma arma teria sido “plantada” no local do suposto confronto. Já a versão da Polícia Militar é de que o motociclista teria reagido à uma tentativa de abordagem atirando e que isso motivou os policiais a revidarem.

O jovem morto, Leandro Pires Cordeiro, conduzia uma moto quando foi baleado. Conforme informações do delegado, ele não tinha carteira de habilitação e o veículo estava no nome de sua mãe. Além disso, a moto está com mais de R$ 4 mil em multas por infrações de trânsito, por manobras perigosas e velocidade.  

Velório  

Leandro está sendo velado nesta madrugada, no Cemitério Campo Largo da Roseira, em São José dos Pinhais. No final da noite, mais de 100 motociclistas fizeram um cortejo desde o Centro da cidade até o cemitério, com faixas e cartazes afirmando que o jovem era inocente.

(Foto: Bruna Froehner/ Rede Massa) (Foto: Bruna Froehner/ Rede Massa) 

Colaboração Bruna Froehner/ Rede Massa