Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Preso em Marialva, homem alega que matou esposa a facadas por ciúmes

Vítima levou dois golpes no pescoço (Foto: Índio Maringá/Rede Massa) - Preso, homem alega que matou esposa a facadas por ciúmes
Vítima levou dois golpes no pescoço (Foto: Índio Maringá/Rede Massa)

O homem acusado de matar a esposa a facadas em Marialva, na última sexta-feira (11), apresentou-se à Polícia Civil nesse domingo (13). Alessandro Guimarães dos Santos, 31 anos, foi preso pelo homicídio de Kelen Cristina Paula Rodrigues, 22 anos.

O assassinato aconteceu na residência do casal, na Rua Augusto de Biagi, onde Kelen Cristina foi atacada com duas facadas no pescoço. À Polícia Civil, o acusado declarou que a motivação do crime foi passional, pois ele teria sido traído pela companheira.

Os dois moravam há oito anos juntos e tinham se mudado para Marialva há cerca de três meses, vindos da região de Paranavaí. Depois das facadas, o homem pegou o filho de quatro anos, que estava com uma vizinha, e seguiu de táxi até Nova Esperança.

De lá, ele se escondeu em uma propriedade rural de Tamboara. A polícia passou a cercar a região por saber que ali moravam parentes do acusado, que decidiu se apresentar com a presença de um advogado.

Em depoimento ao delegado, Guimarães declarou que descobriu mensagens de Kelen Cristina com outro homem e que ela teria confessado uma traição, na última sexta-feira. Quando a mulher entrou no banho, ele usou uma faca para golpeá-la. A Polícia Civil colhe mais informações para fechar o inquérito e indiciar o homem.

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa