Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Presos se rebelam e queimam colchões na cadeia após tentativa de fuga

Foto: Adalmir Garbin Jr. - Presos se rebelam e queimam colchões na cadeia após tentativa de fuga
Foto: Adalmir Garbin Jr.

Um grupo de presos da cadeia pública da comarca de Engenheiro Beltrão promoveu um início de rebelião em uma das galerias na tarde desta segunda-feira (30), após tentativa frustrada de fuga. Os detentos colocaram fogo em pelo menos 60 colchões de espuma, causando tensão na delegacia e muita fumaça.

A equipe da Rotam do 11º Batalhão da Polícia Militar de Campo Mourão foi acionada para dar apoio aos policiais do destacamento da cidade e todos os presos foram retirados para o pátio da delegacia. De acordo com as informações, o fato de a prefeitura estar em recesso no dia de hoje, dificultou o contato e agilidade na chegada do caminhão-pipa para apagar o fogo.

O Corpo de Bombeiros de Campo Mourão foi acionado também para dar apoio, assim como mais um caminhão-pipa da prefeitura de Fênix, que chegou para auxiliar nos trabalhos. O veículo da cidade vizinha vai permanecer na delegacia para dar assistência a alguma situação de emergência, já o deslocamento dos bombeiros de Campo Mourão acaba sendo demorado por conta da distância entre as duas cidades.

Segundo informações de uma funcionária da delegacia, a cadeia abriga atualmente 56 presos, incluindo quatro mulheres, mas a capacidade é para cerca de 20 presos. A Rotam permanece vigiando os presos no pátio. Ainda não se sabe se os presos vão poder retornar hoje para o interior da cadeia por conta dos estragos causados pelo fogo.

Com informações do TáSabendo.com

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo