Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Proerd forma mais 400 alunos de escolas municipais em Castro

(Foto: Divulgação) - Proerd forma mais 400 alunos de escolas municipais
(Foto: Divulgação)

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, (Proerd), desenvolvido pela Polícia Militar do Paraná e pela Prefeitura de Castro, através da Secretaria Municipal de Educação, realizou nesta quarta-feira (23), a formatura de 400 alunos do quinto ano do ensino fundamental de escolas da rede municipal e particular de ensino, do perímetro urbana e zona rural.

A solenidade foi realizada no 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e contou com a presença do prefeito Reinaldo Cardoso; do vice-prefeito Marcos Bertolini; do tenente Saulo Vinicius Hladyszwski, comandante da 5ª Companhia de Patrulha Escolar; do 1º tenente Leandro de Azevedo Thereza, comandante da 3ª Companhia da Polícia Militar; 1º sargento do Corpo de Bombeiros de Castro, Jefferson Banks; o capitão Everton Gustavo Silveira da Silva, que representou, na ocasião, o major Gustavo Soter de Mariz e Miranda, comandante do 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizada de Castro; e José Armstrong Moretti Albuquerque, analista comercial da Calpar, empresa que apoiou a realização do projeto; profissionais da Secretaria de Educação, representantes do Conselho Tutelar e familiares dos alunos.

Na ocasião, o prefeito Reinaldo Cardoso elogiou o projeto que se fortaleceu no município nos últimos anos. “É uma grande alegria podermos participar da solenidade de formatura de mais 400 alunos neste trabalho importante que foi retomado na nossa gestão e está trazendo ótimos resultados. Vocês, crianças, são o nosso futuro e daqui a alguns anos estarão aqui em nosso lugar – como pais e autoridades – e entenderão como é bom ver o filho sendo criado em um ambiente de respeito e paz, sem droga e sem violência, como o Proerd ensina tão bem”, frisa o prefeito. Esta foi a segunda formatura do programa em Castro neste ano, totalizando cerca de mil alunos beneficiados em 2016.

Dr. Reinaldo também ressaltou os avanços alcançados na Educação nestes quatro anos. “Nunca ganhamos tantos prêmios em programas importantes, como o Agrinho. Além disso, conseguimos alcançar nota superior a 6 no Ideb e implantamos quatro escolas em tempo integral e a Escola da Vila Rosário ficará pronta para a implantação do ensino em tempo integral em 2017. E, para completar temos o Proerd, que beneficiou milhares de alunos das nossas escolas e esperamos que tenha continuidade no próximo ano”, completa.

O tenente Saulo, Comandante da 5ª Companhia de Patrulha Escolar, agradeceu ao prefeito Reinaldo pela retomada do Proerd em Castro. “Fica registrado o nosso  reconhecimento ao trabalho dos educadores que dedicam a vida em prol da educação e agradecimento pela parceria no programa. Vocês, alunos, são a nossa esperança de que tenhamos um futuro longo das drogas e violência, para que possamos construir uma Castro cada vez melhor”.

Participaram da solenidade alunos das escolas municipais Relindis Bornmann Capilé, Guararema, Jahir Lopes, Bela Vista, Dalila Ayres, Linneu Madureira Novaes, Elsa Macedo, Vila Rosário, além da Escola Evangélica da Comunidade de Castrolanda e Escola Nova Geração. Durante a cerimônia de formatura os alunos fizeram o juramento do Proerd e cantaram a música do programa. Um aluno de cada escola recebeu prêmio pela melhor redação sobre o tema e foram sorteados prêmios doados pela Calpar a um estudante de cada escola participante. A estudante Isabela Marcondes Bueno, da Escola Nova Geração, realizou a leitura de sua redação. “Eu aprendi a tomar o modelo de tomada de decisão do Proerd para ficar longe das drogas. Vou usar o que aprendi no programa por toda a minha vida”, ressalta.

A cerimônia também foi acompanhada por familiares de alunos que, com celulares e câmeras em mãos, registraram a cerimônia. “O programa foi muito bom porque abriu espaço para que pudéssemos conversar mais abertamente na família sobre o uso de drogas”, destaca Elizabeth Deen, mãe da estudante Mariana.

Colaboração Assessoria de Imprensa.