Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Professores interditam avenida Maringá em protesto por reajuste salarial

(foto: Sinpro/Divulgação) - Professores interditam avenida em protesto por reajuste salarial
(foto: Sinpro/Divulgação)

A avenida Maringá ficou interditada na manhã desta quinta-feira (14) durante um protesto de professores filiados ao do Sindicato dos Profissionais das Escolas Particulares de Londrina e Norte do Paraná (SINPRO).

O protesto é motivado pela negociação salarial travada com o sindicato patronal da categoria, que ofereceu 7,5% de reajuste, contra 12% reivindicado pelos professores.

Durante a manifestação em frente ao colégio Marista, o trânsito ficou congestionado desde o shopping Com-tour, na avenida Tiradentes. Pessoas que passavam pelo local receberam panfletos com as condições exigidas pela categoria.


Uma Kombi do Sindicato foi atravessada na avenida, e o diretor Jorge de Andrade deitou-se sobre a faixa de pedestres. O ato será repetido no final da tarde, novamente em frente ao colégio Marista.

Segundo o diretor Daniel Ueda, na sexta-feira (15) o protesto será em frente à Unifil e ao Colégio Londrinense, na avenida JK. A categoria aguarda uma contraproposta do Sinepe para definir, em uma nova assembleia, uma possível paralisação.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo