Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Secretaria de Saúde promove agenda especial para prevenção da AIDS em Cianorte

Atendimento será feito no CTA (Foto: Divulgação) - Secretaria de Saúde promove agenda especial para prevenção da AIDS
Atendimento será feito no CTA (Foto: Divulgação)

Com a proximidade da data em que, nacionalmente, recorda-se a luta contra a AIDS, 1º de dezembro, a Secretaria de Saúde de Cianorte vai promover uma agenda especial para a realização de testes rápidos, tanto do vírus da doença, como de sífilis e hepatites do tipo B e C.

A única exigência é a apresentação de documento com foto e possuir mais de 15 anos. De acordo com a enfermeira do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Aline Soares de Almeida Leal, o exame é simples e rápido.  “Não é preciso ter encaminhamento médico. O atendimento demora em torno de 45 minutos e o paciente já sai com o resultado depois de 30 minutos”, explica.

Os testes em horários especiais serão neste sábado (26), das 8h às 17h, no CTA, que fica na Travessa Itororó, 400, fundos do antigo Pronto Atendimento. Em São Lourenço e Vidigal, o atendimento ocorre nas Unidades Básicas de Saúde. 

Já entre os dias 28 de novembro e 2 de dezembro, das 8h às 12h e das 13h30 às 21h, o atendimento também ocorrerá no CTA, em Cianorte.

Quadro das doenças

Do início de 2016 até agora, foram registrados 36 pacientes com o vírus HIV em Cianorte. Desses, seis foram constatados em mulheres e os outros 30 em homens. Entre o público feminino, a faixa etária que apresentou maior incidência foi entre os 20 e 24 anos (33%).  Já entre os homens, o resultado não foi diferente, de modo que a maioria dos casos se manifestou na mesma faixa etária (26%). 

“Importante ressaltar que essas doenças não escolhem a idade, todos estão sujeitos se expostos aos fatores de risco, como a atividade sexual sem preservativo, transfusões sanguíneas com material contaminado, entre outras ações”, colocou a enfermeira do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Aline Soares de Almeida Leal.