Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Secretária de Saúde rebate acusações de réus da Pecúlio

A secretária de Saúde, Patrícia Foster, rebateu as acusações dos réus da Operação Pecúlio. Em alguns depoimentos, eles revelaram que ela teria se beneficiado com a aprovação da parceria público-privada da Saúde.

Ela teve o nome citado em delações premiadas do ex-secretário de Planejamento Rodrigo Becker o do empresário Euclides Moraes.

Os dois delatores revelaram que Patrícia Foster e a ex-procurador geral do município, Letízia Abate Fiala, tinham interesse na aprovação da PPP pois seriam beneficiadas com cargas na área Jurídica da administração do projeto.

O cargo a que os réus se referem, em relação a Patrícia, seria para administrar o Hospital Municipal, o Pronto Atendimento do Morumbi e a Unidade de Pronto Atendimento do Jardim das Palmeiras.

Eles destacaram o interesse dela em uma das empresas parte do processo de licitação da PP da saúde. Ela nega as acusações. Patrícia afirma ainda ter documentos que comprovam que ela não teve qualquer envolvimento com o esquema criminoso.

Colaboração: Roberta Campos/Rede Massa.