Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Segundo dia: caçada à onça continua em Cascavel

A caçada a onça parda que apareceu e ‘passeia’ na região do Lago Municipal de Cascavel, continua. Este é o segundo dia e ‘armadilhas’ foram montadas para atrair o animal. Por ora, e até que o felino seja capturado, as caminhadas noturnas pelo Lago estão proibidas. Durante o dia, o local também tem ficado fechado, para precaução mesmo.

De acordo com o veterinário Ilair Detoni, mais armadilhas com iscas diferentes devem ser montadas hoje, algo mais atrativo para o animal, uma vez que os coelhos utilizados até o momento não surtiram efeito. Ele explicou, no entanto, que os felinos de grande porte se alimentam a cada 48 ou 72 horas, e que este pode ser o motivo de a onça não ter sido atraída para as armadilhas.

Câmeras fotográficas também estão sendo instaladas para fazer o registro fotográfico do animal. O que se sabe, é que a onça está mesmo na região do Lago. Na madrugada, ela foi novamente avistada caminhado por ali.

A previsão é que a operação de captura tenha duração de cinco dias, aproximadamente. Até que o bichinho esteja devidamente enjaulado, é bem evitar a região do Lago, sobretudo no período noturno, quando os felinos costumam ficar mais ativos.

Conforme a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a aparição de uma suçuarana não é tão espantosa assim, já que a região do Lago Municipal de Cascavel é considerada a segunda maior área florestável dentro de cidade, só perdendo para o Central Park, em Nova York.

Colaboração Cristiane Guimarães/André Garcia/Rede Massa