Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Servidores do Hospital Universitário de Maringá aprovam greve e atendimentos serão reduzidos

Servidores do HU aprovam greve e atendimentos serão reduzidos

Após a paralisação dos servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que começou na última segunda-feira (17), os trabalhadores do Hospital Universitário fizeram assembleia na manhã desta quinta-feira (20) e também aprovaram a greve, com a manutenção dos serviços de urgência e emergência e redução dos demais.

A assembleia aconteceu no Restaurante Universitário, com a suspensão de todas as consultas e cirurgias eletivas, que serão reagendadas para quando a greve acabar. O Hemocentro também terá as coletas reduzidas e o Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac) manterá 30% dos atendimentos, com expediente até as 13h.

A Clínica Odontológica também funcionará com 30% do efetivo durante a paralisação dos servidores. Os trabalhadores do HU aguardavam novidades da reunião realizada nessa quarta-feira (19) pelo funcionalismo com os representantes do governo do Estado. 

Porém, ainda não houve acordo. O governo do Estado deve dar uma resposta aos servidores nesta quinta-feira sobre o pedido para retirada da emenda 43 da Assembleia Legislativa do Paraná, documento que suspende o pagamento da data-base de janeiro de 2017 e motivou a paralisação de categorias do funcionalismo.

Colaboração Célia Martinez da Rede Massa