Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Suspeito de homicídio no Batel é encontrado escondido em Ponta Grossa

(Foto: Bruna Froehner/Rede Massa) - Suspeito de homicídio no Batel é encontrado escondido em Ponta Grossa
(Foto: Bruna Froehner/Rede Massa)

Foi preso pela Polícia Civil (PC-PR) o homem apontado como responsável pelo assassinato de Welington Moreira Bueno, de 21 anos, em janeiro deste ano, no bairro Batel. O suspeito tinha um mandado de prisão preventiva autorizado há várias semanas, mas dezenas de diligências falharam em localizá-lo.

Raul dos Reis Domingues, de 19 anos, foi encontrado em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, dentro do compartimento de cargas de uma Fiorino. A polícia acredita que ele tentou se esconder ao notar a aproximação dos agentes.

Ele é apontado como o responsável por atirar em Welington após uma briga entre dois grupos na Praça da Espanha. As investigações da PC indicam que Raul cometeu o crime a mando de Bruno Eduardo Tavares Freitas, de 21 anos – preso desde fevereiro.

“Temos diversas câmeras de segurança registrando a imagem plena do Raul e do coautor, que está preso desde fevereiro. Também temos testemunhas sigilosas que confirmaram ser ele o autor dos disparos”, explicou a delegada Thatiana Guzella, da Divisão de Homicídios.

O suspeito ainda não foi interrogado. A polícia apurou que o desentendimento principal era entre Welington e Bruno. O motivo de Raul ter puxado o gatilho ainda não foi esclarecido. “Vamos investigar agora se havia alguma motivação pessoal no crime. Acredita-se que os desentendimentos entre os grupos começaram em dezembro. Não sabemos o que levou à briga”, disse a delegada.

Raul Domingues não tinha antecedentes criminais e agora responderá por homicídio. Bruno Freitas, que já tinha passagens por porte ilegal de arma de fogo, furto e violação de domicílio, também responderá pelo assassinato.

Ambos permanecem presos à disposição da Justiça.

Colaboração PC-PR e Bruna Froehner/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo