Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Suspeito de matar ex-PM confessa o crime e diz foi traído e agiu em "legítima defesa"

(Foto: Colaboração) - Suspeito de matar ex-PM confessa o crime e diz que foi traído
(Foto: Colaboração)

O suspeito de matar o ex-policial militar, Rodrigo Lourenço Barbosa, confessou o crime, na manhã desta sexta-feira (25), na delegacia de São José dos Pinhais. O homem afirmou que foi traído pelo amigo e também alegou que agiu em legítima defesa, depois que foi agredido pelo agente dentro da própria residência.

Erikson 'Guga' confirmou que frequentava a residência do ex-policial e que, geralmente, faziam churrascos e usavam drogas juntos. Em uma dessas reuniões, ele quase teve o dedo quebrado por Rodrigo, dentro da própria casa.

De acordo com o suspeito, o crime foi motivado depois que ele recebeu uma ligação de Rodrigo, dizendo que tinha gastado R$ 6 mil em roupas com a esposa de Guga. O homem contou que foi até a casa do ex-policial para tirar satisfação e o esfaqueou com a faca utilizada no churrasco. O homem está preso na Delegacia de Polícia Civil em São José dos Pinhais.

Colaboração Lucas Rocha/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo