Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Suspeito de participar de roubo a equipe de filmagem é preso

Foto: Lucian Pichetti/Rede Massa - Suspeito de participar de roubo a equipe de filmagem é preso
Foto: Lucian Pichetti/Rede Massa

Um homem de 41 anos foi preso por policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), no bairro Tatuquara, em Curitiba, suspeito de participar de um roubo contra uma equipe de produtores que realizava filmagens às margens da BR 277, no sentido Curitiba-Campo Largo.

O roubo aconteceu no último dia 21 de abril, quando dois indivíduos portando arma de fogo renderam a equipe de filmagem (dois homens e uma mulher, entre o produtor, assistentes e clientes que participavam da gravação). O suspeito teria ficado dentro do carro como condutor, enquanto seu comparsa recolhia os materiais das vítimas.

Além de câmera fotográfica e várias lentes para câmeras, foram roubados diversos materiais eletrônicos, dentre eles um drone. Os suspeitos também subtraíram documentos e os aparelhos de telefone celular das vítimas. Somente os equipamentos roubados estão avaliados em aproximadamente R$ 20 mil. Em seguida, os indivíduos fugiram em um veículo gol prata em direção aos bairros de Campo Largo.

Logo após o roubo, as vítimas entraram em contato com policiais que realizaram diversas diligências para averiguar a autoria do crime, tanto na região de Campo Largo, quanto nos bairros da região sul da capital, mas nada foi encontrado.

O homem não tinha passagens pela polícia até o dia 24 de fevereiro, quando foi preso em flagrante por roubo na cidade de Araucária. No momento da prisão o homem dirigia um VW/Gol prata - o mesmo carro utilizado no crime e que também teria sido utilizado no roubo do dia 21 de abril.

“A abordagem realizada pela Polícia Militar, que localizou o veículo utilizado no roubo, foi fundamental para que pudéssemos identificar o suspeito e a provável participação dele no crime. A partir daí, com o reconhecimento facial por parte das vítimas, a representação pela prisão preventiva do suspeito foi uma questão de tempo”, explica o delegado responsável pela investigação, Emmanoel David.

A polícia já tem outro nome de um homem que teria participado do roubo, no entanto, sua identificação está sendo mantida sob sigilo para não atrapalhar as investigações.

Com informações da Polícia Civil