Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Suspeito é preso por danificar tornozeleira eletrônica e alega que equipamento deu problema

(Foto: Reprodução) - Suspeito preso por romper tornozeleira alega que equipamento estragou
(Foto: Reprodução)

Um homem foi preso pela Polícia Militar (PM) com um mandado de prisão em aberto por ter rompido a tornozeleira eletrônica, na manhã desta segunda-feira (13), no bairro Morumbi, em Foz do Iguaçu. O suspeito, que responde por um roubo em regime semiaberto há 11 meses, procurou a imprensa e alegou que o equipamento apresentou defeito.

De acordo com o homem, a tornozeleira começou a piscar e emitiu luzes diferentes. O rapaz, de 25 anos, ainda afirmou que procurou a central de monitoramento por telefone, mas não foi atendido. Na manhã desta segunda-feira, ele foi preso novamente e estava a sete dias de terminar a pena pelo crime de assalto.

De acordo com o Depen, o caso está sendo investigado para saber o que aconteceu na situação. Porém, o departamento penitenciário afirmou que a juíza da Vara de Execuções Penais envia uma intimação ao preso para que o mesmo esclareça o que aconteceu, antes do mandado de prisão ser confeccionado.

O Depen também informou que, em caso de rompimento, o preso deve se dirigir até alguma unidade prisional para ter o equipamento substituído.

Colaboração Cris Neres/Rede Massa

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo