Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Suspeitos da morte de Iolinda fizeram família refém em Torres

Os dois presos suspeitos de terem assassinado Iolinda Gonçalves de Lima, de 59 anos em um crime bárbaro de latrocínio registrado em Guaratuba, no Litoral do Paraná, foram detidos pela Brigada Militar de Torres, no Rio Grande do Sul, na madrugada de domingo (17).

De acordo com o que foi revelado pela Brigada Militar, a dupla rendeu uma família e manteve as 7 pessoas reféns por cerca de 3 horas. A ligação dos assaltantes com o crime que vitimou Iolinda começou a ser desvendada a partir do fato de que a dupla usou o HB20 da mulher no assalto na casa da família em Torres. Eles chegaram com o carro que foi abandonado, já que fugiram com o carro da família.

Assim que a polícia foi comunicada do roubo iniciou as buscas pelos suspeitos, que foram localizados em um posto de combustíveis na BR-101. Além dos dois suspeitos, duas jovens que estavam com eles foram detidas. A participação das mulheres no crime será investigada.

A partir da prisão dos suspeitos, eles confessaram a polícia o crime que vitimou Iolinda e revelaram o local onde o corpo da vítima foi abandonado.

Guaratuba

A dupla também abandonou em frente à casa de Iolinda um veículo Parati, que de acordo com a polícia paranaense tinha registro de furto.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo